top of page

Franquias que não cobram royalties: Estratégia atrativa

Os royalties são uma parte intrínseca do modelo de franquias, desempenhando um papel crucial na relação entre franqueadores e franqueados. Neste artigo, mergulhamos no conceito de royalties, explorando sua função nas franquias e compreendendo por que algumas franqueadoras optam por não cobrar royalties como uma estratégia de atratividade.



O que são Royalties em Franquias?


Os royalties representam pagamentos regulares feitos pelos franqueados aos franqueadores como compensação pelo uso contínuo da marca, suporte contínuo e acesso contínuo aos sistemas e know-how da franquia. Essas taxas são geralmente calculadas como uma porcentagem do faturamento bruto mensal do franqueado.


Função dos Royalties nas Franquias


  • Os royalties financiam o suporte contínuo oferecido pelos franqueadores. Isso inclui treinamento, atualizações de sistemas, suporte de marketing e outros serviços que contribuem para o sucesso contínuo do franqueado.


  • Os royalties são uma fonte de receita essencial para os franqueadores manterem e fortalecerem a marca. Isso envolve investimentos em publicidade, marketing nacional e iniciativas que elevam o reconhecimento e a reputação da marca.


  • Parte dos royalties pode ser alocada para pesquisa e desenvolvimento. Isso é particularmente importante em setores onde a inovação constante é crucial, garantindo que a franquia permaneça competitiva no mercado.


  • Os royalties também podem ser destinados à expansão da rede de franquias e ao suporte contínuo aos franqueados existentes. Esses recursos contribuem para o crescimento e a estabilidade do sistema de franquias como um todo.



Franqueadoras que Não Cobram Royalties. Estratégias e Motivações:


  • Algumas franqueadoras optam por não cobrar royalties inicialmente como uma estratégia para atrair os primeiros franqueados. Isso pode ser especialmente eficaz em setores competitivos, oferecendo um incentivo financeiro significativo para os pioneiros.


  • A isenção de royalties pode acelerar a expansão da rede de franquias. Franqueadores que buscam uma presença rápida em determinadas regiões podem usar a isenção de royalties como uma tática para incentivar o rápido fechamento de contratos.


  • Algumas franqueadoras adotam uma abordagem mais colaborativa, optando por não cobrar royalties como uma maneira de fortalecer os relacionamentos com os franqueados. Isso pode criar uma atmosfera de parceria e cooperação.


  • Em alguns casos, franqueadoras podem diversificar suas fontes de receita, explorando modelos de negócios alternativos, como taxas de franquia mais elevadas ou a participação em outros aspectos do negócio, em vez de depender exclusivamente dos royalties.



Os royalties são uma parte essencial do ecossistema de franquias, proporcionando suporte, mantendo marcas fortes e financiando o crescimento contínuo. No entanto, a decisão de não cobrar royalties não é apenas uma isenção financeira; é uma estratégia complexa que visa criar vantagens competitivas, atrair franqueados estratégicos e fortalecer relacionamentos a longo prazo. Em um cenário onde a flexibilidade e a inovação são essenciais, a dinâmica em torno dos royalties continua a evoluir, moldando o futuro das franquias.


Veja algumas franquias que não cobram royalties dos seus franqueados:


Franquia Clube Melissa

Franquia Havaianas

Franquia Mr Kids

Franquia Vivenda do Camarão


bottom of page